Experiências precedentes

A partir de 2009, algumas iniciativas contribuíram para a compreensão do contexto da concepção interdisciplinar do PPGCINE. Nesse mesmo ano foi criada a graduação em Cinema e Audiovisual, então responsável por diversos projetos de pesquisa e de extensão voltados à educação, criação audiovisual e ao cineclubismo. Dentre eles, destacamos o projeto pioneiro do Cine Mais UFS, cineclube em atividade desde 2009, voltado à exibição e ao debate de obras cinematográficas, além de estímulo às atividades cineclubistas, com contribuições de docentes, pesquisadores e estudantes internos e externos à UFS. Este projeto foi criado graças a uma parceria com o Ministério da Cultura através dos programas Cine Mais Cultura e Programadora Brasil.

Outros projetos na UFS atuaram ou atuam com cinema e educação, tais como o “Cine Debate – O texto cinematográfico como tecnologia da informação e da comunicação aplicada a educação”, que funcionou entre 2007 e 2009 através do NUCA – Núcleo de Pesquisa em Comunicação e Tecnologia/UFS, coordenado pela professora Lilian Cristina Monteiro França – NPGCINE. O projeto propiciou discussão sobre o uso do cinema em sala de aula, a alfabetização audiovisual de alunos e professores, a qualificação de docentes e o desenvolvimento de estratégias interdisciplinares para o processo de ensino/aprendizagem.

Já o Centro de Memória da Educação Física, Esporte e Lazer (CEMEFEL) de Sergipe vem, desde 2010, organizando anualmente o “Seminário de Extensão” cujo foco principal é articular produções cinematográficas diversas com temáticas transversais, tais como: esportes, corpo, lazer, megaeventos etc. Coordenado pelo professor Hamilcar Silveira Dantas Junior (PPGCINE), o projeto vem abrindo caminho para estudantes e docentes da Educação Física e de outras áreas acadêmicas e profissionais se aproximarem do Cinema enquanto ferramenta de reflexão, compreensão e crítica social, política, cultural e econômica.

Ainda vinculados ao Cinema e suas relações interdisciplinares, especialmente com a Educação, podemos citar os projetos 1) Fotografia, vídeo e identidade social (2016), que elaborou narrativas audiovisuais com alunos da Escola Estadual Armindo Guaraná, situada ao lado do campus da universidade, em São Cristóvão (SE); 2) CineMais UFS: cinema e educação (2017), com mostras regulares com temática relacionada e sessões para professores e 3) Nordeste de Invenção: interlúdios de cinema, educação e direitos humanos (2016-2017), que integrou alunos do PPGCINE e da graduação em Cinema e Audiovisual em oficinas de formação de professores e alunos em atividades de criação audiovisual em três escolas públicas de Aracaju e do interior sergipano. Esses projetos se alinham ao Grupo de Pesquisa Laboratório de Pesquisa e Produção Audiovisual (LAPPA), constituíram a principal justificativa para a futura criação de um núcleo interdisciplinar de cinema e educação.

Sobre o projeto Nordeste de Invenção, destacamos que foi fruto de parceria com um projeto nacional, o Inventar com a Diferença (ID), uma iniciativa da Universidade Federal Fluminense (UFF) que ofereceu formação e acompanhamento a educadores e estudantes de escolas públicas de todo o país, através de oficinas de produção de vídeo, fotografia e som em torno da temática do cinema e dos Direitos Humanos. O nosso projeto foi selecionado em convocatória nacional que selecionou 25 propostas, com parceiros de diferentes regiões do país (http://www.inventarcomadiferenca.com.br/).

Outros projetos extensionistas do Departamento de Educação Física (DEF): o Centro de Memória da Educação Física, Esporte e Lazer (CEMEFEL) organiza, desde 2010, um seminário anual de extensão cujo foco principal é articular produções cinematográficas diversas com temáticas transversais, tais como: esportes, corpo, lazer, megaeventos, gênero, inclusão, saúde etc. O projeto vem abrindo caminho para estudantes e docentes da Educação Física e de outras áreas acadêmicas e profissionais se aproximarem do Cinema enquanto ferramenta de reflexão, compreensão e crítica social, política, cultural e econômica. Em 2014, também no curso de Educação Física, os docentes desenvolveram o projeto Corpo e Cinema do Ensino Médio, junto ao Colégio Estadual Prof.ª Glorita Portugal, localizado no Conjunto Eduardo Gomes, em São Cristóvão. A segunda versão do projeto foi realizada em 2016 no Colégio Estadual Francisco Rosa Neto, localizado no bairro do Bugio, Aracaju-SE.

Outro projeto de extensão vinculado ao PPGCINE é o Sextas Literárias-Visuais, que desde 2016 realiza sessões cineclubistas voltadas para obras fílmicas de adaptação literatura-cinema. Após a exibição de um filme, professores convidados realizam comentários teóricos, conceituais e metodológicos em relação às suas pesquisas, articuladas aos impactos sociais e políticos na sociedade contemporânea então gerados pelo filme específico e pelo cinema em geral.

%d blogueiros gostam disto: